News

Dúvidas sobre Planejamento? Eu respondo agora!

Dúvidas sobre Planejamento? Eu respondo agora!

Dúvidas sobre Planejamento? Eu respondo agora! Muita gente me escreveu com muitas dúvidas sobre as dicas que mostrei. Fiquei muito feliz com isso pois é algo que eu realmente faço com muito prazer devido aos resultados que elas têm proporcionado a todos os envolvidos ao longo dos últimos anos em querer fazer um bom planejamento na hora de construir ou reformar a sua casa.

Ao invés de responder uma a uma, individualmente, que seria impossível dada a quantidade de perguntas que recebi, resolvi fazer algo diferente para ajudar a todos de uma só vez, que foi gravando este vídeo sobre as principais dúvidas.

Dúvidas sobre Planejamento

Fonte: FreeDigitalPhotos.net by hywards


A primeira é a seguinte:

Mas afinal o que planejamento?

Segundo Chiavenato (2004), o planejamento é a função administrativa que determina antecipadamente as atividades que devem ser desempenhadas, além de quais objetivos serão alcançados, visando dar condições para que a empresa se organize a partir de determinadas análises a respeito da realidade atual e futura que se pretende alcançar.

Também planejamento é um processo contínuo e dinâmico que consiste em um conjunto de ações intencionais, integradas, coordenadas e orientadas para tornar realidade um objetivo futuro, de forma a possibilitar a tomada de decisões antecipadamente. Essas ações devem ser identificadas de modo a permitir que elas sejam executadas de forma adequada e considerando aspectos como o prazo, custos, qualidade, segurança, desempenho e outras condicionantes. Um planejamento bem realizado oferece inúmeras vantagens à equipe da obra. Tais como:

  • Permite controle apropriado;
  • Produtos e serviços entregues conforme requisitos exigidos pelo cliente;
  • Melhor coordenação das interfaces da obra;
  • Possibilita resolução antecipada de problemas e conflitos;
  • Propicia um grau mais elevado de assertividade nas tomadas de decisões.

“Praparar-se para o inevitável, prevenindo o indesejável e controlando o que for controlável” (Peter Drucker).


Porque eu preciso fazer o planejamento da minha obra?

Independentemente do tamanho da obra, uma coisa é certa: quanto mais tempo se investe nas etapas de planejamento e projeto, menores os custos e os prazos de execução. Assim é possível reduzir desperdícios, evitar retrabalho e garantir a segurança nos canteiros de obra e, obviamente, aumentar a qualidade.

O gerenciamento permite avaliar cada etapa de execução, a produtividade e o impacto no custo orçado, para que os gastos não saiam do controle. Afinal, imprevistos sempre encarecem a obra e, portanto, é fundamental preveni-los.


Fazendo o Planejamento de minha obra eu consigo economizar dinheiro?

Não se esqueça desta frase: “Prevenir para não gastar“.

Várias vezes é correto falar que: “Como as pessoas comparavam os preços há 40 anos atrás de forma rápida?”. É, uma coisa eu posso dizer para vocês. Hoje em dia é muito fácil comparar os preços dos produtos, principalmente porque hoje temos a internet para nos ajudar.

Sempre antes de comprar algum produto, verifique o preço dele em outras lojas. Pode parecer pouco mas se você conseguir economizar de 10 a 20% nas compras que você faz, algo que não é nada impossível, você terá de 10 a 20% a mais no final da obra para comprar móveis, por exemplo. Mais um motivo para destruir o mito de que você não consegue poupar!

Comece a anotar TODOS os gastos da obra, isso mesmo desde os menores até os maiores gastos. Isso vale para cada real gasto e é necessário para você conhecer melhor aonde está indo o seu dinheiro e, com isso, identificar gastos desnecessários e saber qual etapa que você está gastando mais e em qual momento da obra. Muita gente anota em papel ou em uma planilha eletrônica como o Excel, mas depois tem dificuldades para analisar suas despesas, mas quanto melhor for o controle, mas você consegue saber onde você está economizando e onde pode estar gastando mais na sua obra.


Fazendo o Planejamento de minha obra eu consigo adiantar a minha obra?

Sim, fazendo um bom planejamento você consegue adiantar o cronograma da obra, mas você também deve e se for o caso contratar um Engenheiro ou um Arquiteto para gerenciar a sua obra se você não tem muita experiência em construção e outro item muito importante é a contratação de pessoas qualificadas para a execução dos serviços.

Com todos esses dados do planejamento em mãos, formule a estratégia que será adotada dali por diante. E deixe os funcionários cientes de cada passo que a obra vai dar. Faça, também, com que eles participem da implantação das estratégias para que os objetivos sejam alcançados mais facilmente. Quando o colaborador se sente parte da equipe, trabalha mais satisfeito e muito mais motivados e desta forma traz melhores resultados e consequentemente você consegue adiantar a sua obra.


Fazendo o Planejamento eu resolvo todos os problemas da obra?

Fazendo somente um bom planejamento muitas vezes só isso não vai resolver todos os problemas, de nada adianta bolar todo esse planejamento e deixá-lo na gaveta sem colocá-lo em prática. Outro erro é achar que o que está escrito no papel não pode ser mudado. De tempos em tempos, você precisa analisar e controlar os resultados para fazer possíveis correções de rota.

Você também deve aplicar as 3 etapas, que são o planejamento, gerenciamento e a execução, pois não adianta de nada ter um bom planejamento e se o mesmo não for cumprido sem bom gerenciamento e sem uma execução perfeita de todas as etapas da construção da sua casa.


Se eu não fizer o Planejamento o que acontece com minha obra?

Uma das principais causas da falta de planejamento é o fato das pessoas entenderem que planejar somente seja necessário se estivermos falando de um trabalho muito complexo. Isso é um grande equívoco. As pessoas que realmente se preocupam em fazer acontecer devem entender que qualquer atividade humana, da mais corriqueira a mais trabalhosa, exige planejamento e deve ser precedido por ele.

Principalmente, quando a dificuldade recai nos fatores determinantes para o êxito de um trabalho, tais como, estrutura, tempo, mão-de-obra e dinheiro, o planejamento é fundamental.

Não há outra saída, realizar uma atividade sem um planejamento adequado é o mesmo que ter de improvisar. Todas as vezes que improvisamos alguma atividade a probabilidade de acerto é a mesma do fracasso.


Quais os principais erros cometidos durante o planejamento?

A meu ver, os principais erros são consequência de algumas visões equivocadas e de determinadas posturas dos planejadores, tais como:

  • Confundir o estresse como sinônimo de sucesso, quando é sempre mais vantajoso fazer o que deve ser feito dedicando o esforço necessário;
  • Confundir o planejamento com a ação de alimentar uma ferramenta de gestão da obra com uma série padronizada de dados e informações e deixar que o computador defina ou oriente as ações subsequentes;
  • Fazer um planejamento apenas para cumprir um ritual” administrativo e satisfazer a exigência dos escalões superiores;
  • Usar o planejamento mais como argumento de venda, com o objetivo de convencer não apenas o cliente, mas os próprios superiores, de que a obra em desenvolvimento será entregue dentro do prazo e das especificações acordadas, sem, no entanto, o embasamento de um estudo consistente de viabilidade;
  • Enganar a si mesmo, ou seja, fazer um planejamento com prazos, custos e especificações sabidamente inviáveis, com a falsa ilusão de que com um esforço extra, algumas noites em claro, aqueles itens poderão ser cumpridos.

O que compõem um bom planejamento?

Para um bom planejamento é importante avaliar algumas questões fundamentais:

  1. a) Entendi claramente o que deverá ser obtido ao final de um projeto? O meu entendimento é o mesmo de quem está solicitando o trabalho (ex.: cliente).
  2. b) Sei exatamente de quanto tempo é necessário para realizar todo o trabalho? Lembre-se de que para essa avaliação, é importante considerar que há fatores que não dependem somente de minha vontade para acontecer…. e nesses casos, tenho um plano B” para os fatores que estão fora de meu domínio?
  3. c) Sou capaz de realizar todo o trabalho sozinho ou com a equipe que disponho? Será que vou precisar de ajuda externa?
  4. d) Tenho os recursos financeiros necessários para a realização de todo o trabalho? Não somente do material de que precisamos, como também recursos para complementar a capacitação requerida para o trabalho.

Uma vez que tenho todas as respostas, aí sim, posso iniciar a planejar o como fazer, e determinar prazos e responsabilidades.

Vale um alerta, a eficiência no planejamento está relacionada à capacidade do gestor em balancear os fatores: tempo, recursos e capital, com o escopo do que deve ser obtido. Caso alguns desses fatores não possam ser dimensionados como deveriam, o escopo do trabalho deve ser revisto. Caso contrário, você estará se enganando, e a obra iniciará com alta probabilidade de fracasso.


Fazendo o Planejamento de minha obra eu consigo economizar na compra dos materiais?

A função de compra de materiais na construção civil está diretamente ligada ao processo de planejamento da obra. O gerenciamento eficaz da função compra de materiais pode representar uma contribuição significativa para o alcance dos objetivos estratégicos das empresas do setor da construção, promovendo a maior agilidade das operações e a melhoria contínua da qualidade dos materiais que estão sendo adquiridos. O planejamento quantitativo e qualitativo possibilitará que o cliente receba o material no momento certo, com as quantidades correta e dentro das especificações desejadas.

Espero que tenha conseguido atingir o objetivo de tirar todas as suas dúvidas relacionadas ao planejamento de sua obra.


Entre-em-contato

Comente

Your email address will not be published.

Eng Carlos
Olá! Peça seu orçamento ONLINE, ou fale conosco para tirar suas dúvidas!