News

Serviços Preliminares em uma Obra – 1

Serviços Preliminares em uma Obra – 1

Serviços Preliminares em uma Obra

Serviços Preliminares em uma Obra (parte 1)

Os serviços preliminares em uma obra são essenciais para que uma obra seja bem executada. Uma construção tem seu início propriamente dito, com a implantação do canteiro de obras.

Porém, antes mesmo do início da implantação do canteiro, algumas atividades prévias, comumente necessárias, podem estar a cargo do Engenheiro ou do supervisor de obras. Tais atividades são usualmente denominadas “Serviços Preliminares”.

Os serviços preliminares são aqueles considerados como se fossem serviços de apoio à execução do serviço principal. Serão programados e executados conforme as necessidades locais da obra.

Vou mostrar a finalidade de estabelecer as principais condições a serem observadas na execução de serviços que permitam o efetivo início das obras, bem como aqueles que possam delimitar área de trabalho ou proteger pedestres e veículos de terceiros durante a execução dos mesmos.

Preparo do terreno

Consiste na remoção da camada vegetal, de tocos, raízes e galhos. O material retirado será removido para local apropriado, a critério da empresa contratada, devendo ser tomados todos os cuidados necessários à segurança pessoal e do meio ambiente.

Deverão ser preservadas as árvores, vegetação de qualidade e grama, que pela situação não interfiram no desenvolvimento do serviço. Será atribuição do proprietário ou conforme negociação pode ser feito pelo Engenheiro, a obtenção de autorização junto ao órgão competente para o desmatamento, principalmente no caso de árvores de porte

1) Roçada fina

Será caracterizada quando a área a ser limpa apresentar vegetação rasteira, mato ralo e arbustos.

2) Roçada densa

Será caracterizada quando a área a ser limpa apresentar vegetação rasteira, mato ralo, arbustos e árvores com troncos de diâmetros até 15 cm, com grau de ocorrência mínima de um tronco a cada 3,00 m².

 3) Raspagem de camada vegetal

É caracterizada pelo uso de equipamento ( por exemplo: motoniveladora) onde há remoção de solo vegetal, vegetação rasteira, pequenos arbustos, detritos etc., de tal modo que em seguida possa ser feita a demarcação e início efetivo da obra. A espessura máxima de solo removido é 20 cm.

4) Destoca

Será caracterizada pela retirada e remoção de árvores, inclusive suas raízes, podendo ser manual ou mecânica.

Acompanhamento da movimentação de terra

Movimentação de terra é o conjunto de operações de escavações, carga, transporte, descarga, compactação e acabamentos executados afim de passar de um terreno em seu estado natural para uma nova conformação topográfica desejada. Alguns exemplos de equipamentos utilizados para fazer a movimentação de terra são: caminhão basculante, escavadeira e pá carregadeira.

A importância da atividade de movimento de terra em obras no contexto da execução convencionais decorre principalmente do volume de recursos humanos, tecnológicos e econômicos que envolvem.

Observa-se que a etapa de movimento de terra pode se estender desde a retirada do resíduo de demolição, envolvendo ainda o desmatamento e o destocamento, até a limpeza do terreno retirando-se a camada superficial dando condições para o prosseguimento das atividades de movimento de terra propriamente ditas.

O momento da obra em que ocorre o movimento de terra pode ser variável. Depende, muitas vezes, das características de execução das fundações e do próprio cronograma de desenvolvimento do empreendimento.

Definido quando realizar o movimento de terra, é preciso definir como executá-lo, e para isto devem-se considerar alguns fatores que interferem no projeto do movimento de terra.

Corte

As operações de corte compreendem: escavação dos materiais constituintes do terreno natural até a plataforma de terraplenagem definida pelo projeto e em seguida o material escavado deve ser transportado para aterros ou bota-foras.

Aterros

Aterros constituem volumes de terra cuja implementação requer o depósito de materiais. Os materiais de aterro se originam dos cortes e dos empréstimos. As operações de aterro compreendem a descarga, o espalhamento da terra, a correção da umidade e a compactação dos materiais escavados para confecção do corpo e da camada final dos aterros.

Depósito do Canteiro de Obra

Para a implantação do canteiro na área junto à obra, onde são dispostos de maneira racional e ordenada, os escritórios, os depósitos de materiais, os equipamentos e, quando não são adquiridos prontos, os locais de fabricação de fôrmas e de corte e dobragem das armaduras, onde posteriormente serão utilizados.

Para a construção do depósito de guarda de materiais e ferramentas devem ser estudado um local onde não possa atrapalhar a construção e também não deva ficar em algum lugar que possa obstruir as passagens. Este pode ser executado na própria obra em alvenaria ou em chapas de madeira ou do tipo “container”, sendo que este último é mais prático e rápido.


Entre-em-contato

Comente

Your email address will not be published.

Eng Carlos
Olá! Peça seu orçamento ONLINE, ou fale conosco para tirar suas dúvidas!